Porque é que nós odiamos os rapazes?

 Estava aqui sentadinha no belo do meu sofá a fazer festinhas ao meu cão (que tem uma pilinha, também o odeio às vezes) quando recebi uma mensagem. “A mensagem” que veio disturbar a minha paz interior, exaltar-me os nervos e servir de inspiração para este post.

 Rapidamente cheguei a conclusão que odeio os rapazes. Afinal eles são brutos, insensíveis na maioria das vezes, têm mau feitio e são umas crianças grandes, mas daquelas irritantes a quem foi tirada a chucha, estão a ver? Pois é, mas sabem o que me faz odiá-los ainda mais? A capacidade de alterar o meu estado de espírito pacífico, que já raramente existe, com uma simples mensagem que ainda por cima foi pelo chat do facebook! Que criatura do diabo consegue mexer-me no sistema nervoso por dizer apenas “olha, afinal só posso meia hora depois”? Mas a verdade é que os meus nervos têm toda a razão para estar exaltados, afinal estive eu a esticar o meu cabelo à pressa para ficar meia hora sentada no sofá a ver um filme qualquer da Foxlife que já deu 3 vezes esta semana.

 Percebi também que não foi só agora que comecei a odiar rapazes. Não foi há dois anos e uns meses que comecei a odiá-los, nem por causa das piadas sem graça que ouvi neste tempo (socorro!!). Este ódio começa quando começa a haver um interesse diferente e alguma curiosidade. O problema é que os rapazes maturam mais tarde que as raparigas, e esse trauma dos rapazes serem umas crianças marca-nos para a vida, e viaja connosco de relação em relação.

 No entanto, a razão principal pela qual eu “odeio” os rapazes, e espero que tenha conseguido passar todo o tom de ironia que soava na minha cabeça, é a sua capacidade de virarem o nosso mundo do avesso, darem-nos o céu e tirarem-nos o chão ao mesmo tempo. É horrível, sofremos imenso, mas adoramos. Adoramos discutir e fazer 30 por uma linha para no fim fazer as pazes. Ainda não percebi o porquê, mas isso fica para refletir noutro dia.

 A verdade é que os odiamos porque não vivemos sem eles, ou melhor, vivemos (e é agora que todos os solteiros/as fecham a página) mas não tem a mesma piada, e todos nós sabemos disso. Por muito autónomas que sejamos hoje em dia, há sempre um espacinho, uma faísca que só pode ser completa com eles, com as discussões e make-ups, a diferença de opiniões e a guerra para ver quem ganha a discussão. E esta sim, é a pura razão pela qual os odiamos.

  Entretanto acabou este post e ele continua atrasado, e eu “odeio-o” mais um bocadinho.

Anúncios

2 thoughts on “Porque é que nós odiamos os rapazes?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s